Ansiedade? Estresse? Depressão? Como os aromas aliviam

Há milênios diz-se que as fragrâncias naturais das flores, frutas, especiarias e plantas em geral e seus óleos essenciais possuem inúmeras propriedades, que estimulam os sentidos, aliviam sintomas físicos e emocionais negativos e também curam enfermidades.

Há cerca de 6 mil anos o povo Egípcio foi o primeiro a utilizar as propriedades das essências, seguido por Gregos, Indianos, Chineses e por todo o mundo até os dias atuais.

Os textos ancestrais da medicina Ayurveda também reconhecem o poder de cura dos aromas para remover angústia, ansiedade, elevar o espírito e estimular o bom sono, entre inúmeros outros benefícios.

O olfato é um dos sentidos que mais influencia as emoções e instintos, tanto positiva, quanto negativamente.

Traz lembranças e provoca sentimentos intimamente relacionados ao cheiro percebido, podendo atrair ou repelir as pessoas.

Basta uma experiência simples e tão comum como quando sentimos o cheiro doce de algum bolo assando na cozinha e imediatamente lembramos da avó, mãe ou da pessoa que estava preparando a receita, por exemplo. Ou quem sabe, ao sentir o cheiro forte de maresia ou de mato molhado, lembremos de férias ou algum momento marcante passado na praia ou no campo? Ou quando lembramos de alguém ao sentir o perfume dele/dela.

O olfato também tem a função de nos proteger, pois ao sentir o mau cheiro de um alimento estragado, é possível evitar contaminação ou em um ambiente incendiando, pode-se salvar a vida.

Há várias maneiras de apreciar e usar os aromas como terapia e as opções incluem óleos essenciais para massagear a pele, adicionar ao banho, aromatizadores de ambientes e difusores, incensos e velas (também usados por muitas religiões), e chás, por exemplo. Também é possível tratar várias doenças, aumentar a imunidade ou usar em compressas e até em perfumes e cosméticos. Além de tantos benefícios, os aromas podem melhorar o humor, relaxar a mente e aliviar sintomas de ansiedade, estresse e depressão.

Para desfrutar dos benefícios da aromaterapia, adicione cerca de 5 gotas de óleo essencial em água quente, relaxe e deixe aromatizar o ambiente. Você também pode usar um difusor de aromas ou vela. E quando não for possível parar para fazer este ritual relaxante, você também pode colocar algumas gotas do óleo em seu pulso ou dorso da mão e inalar periodicamente.

Para a Ayurveda o uso de aromas pode ser mais específico e personalizado, para equilibrar, de acordo com os 3 “Biotipos” Doshas, Vata, Pitta e Kapha formados pelos cinco elementos da natureza:

VATA (Ar + Éter) – são indicados óleos doces, que aquecem o corpo e acalmam a mente e as emoções, naturalmente agitadas e ansiosas de Vata quando exacerbado, assim trazendo serenidade e foco. O aroma picante também é bem vindo. Algumas essências indicadas são: rosas, gerânio, lavanda, laranja, anis, cravo, baunilha, patchouli, erva doce e alecrim (ótimos em forma de chás para eliminar gases).

PITTA (Fogo + Água) - são indicados óleos com aromas doces e refrescantes como rosas, jasmim, menta e sândalo, e chás de hibisco e hortelã, para trazer serenidade, paciência e frescor ao temperamento inflamado, quando o fogo está exacerbado em Pitta. Para os possíveis problemas de pele que possam surgir, também são indicadas massagens e compressas com óleos e ervas refrescantes.

KAPHA (Água + Terra) – são indicados óleos com aromas estimulantes e que aqueçam como canela, cedro e cânfora para equilibrar a tendência natural de Kapha à inércia e ao frio. Também são benéficos os chás de gengibre, sálvia, eucalipto, manjericão e canela para aquecer e eliminar muco.

 

 

 

Compartilhe! Conte aos amigos...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn

Comentários encerrados.