Detox já: Sua aparência é reflexo da saúde interior

A indústria cosmética e de perfumaria tem recebido altos investimentos e crescido mundialmente. Nunca houve tanta procura por procedimentos e produtos para cabelos, unhas e pele, os quais alimentam o culto à aparência perfeita. É muito positivo querer ser belo e jovem, entretanto a forma como as pessoas lidam com o assunto, é equivocada, pois a ação é feita apenas no exterior. Multidões frequentam feiras, lojas e clínicas de beleza, mas esquecem ou não sabem que gastar fortunas em produtos não é a forma ideal para refletir uma aparência bonita e saudável.

A alimentação e estilo de vida têm responsabilidade direta na queda dos cabelos ou sua aparência opaca e quebradiça; unhas fracas e pele envelhecida também são reflexo dos resíduos que permanecem no corpo e dos nutrientes que não são bem digeridos e depois absorvidos pelos intestinos.

Ter uma aparência jovial e bela depende do conjunto de ações para limpar toxinas do corpo e não apenas de um pote de creme ou shampoo caríssimos.

Para a medicina Ayurveda o conceito “Mala” é essencial para a saúde e aparência do corpo e das emoções. Mala” são os resíduos/excreções gerados pelas atividades fisiológicas, que deveriam ser eliminados do corpo. As principais excreções do corpo são as fezes (Purish) – resíduos do sistema digestivo; urina (Mutra) – resíduos dos rins após a filtragem do sangue e suor (Sweda) – fluído termo regulador da pele. Seu desequilíbrio e não eliminação gera doenças que afetam os órgãos internos e externos. Não adianta usar cremes cosméticos se houver toxinas (Ama – resíduos de alimentos não ou mal digeridos). A causa principal para gerar Ama é o baixo fogo digestivo (Jatharagni).; mas, há outros fatores que geram toxinas no corpo como: acumulação de Mala (resíduos) e toxinas geradas por bactérias e vírus.

Os resíduos são formados constante e naturalmente como resultado do processo metabólico, que absorve a essência dos alimentos. Se este processo for resultado de maus hábitos e maus alimentos, os resíduos gerados formarão tecidos repletos de toxinas (Ama). A eliminação destes resíduos deve ser natural e é preciso evitar prisão de ventre, ou adiar a hora de ir ao banheiro. Segurar urina e fezes é muito prejudicial, por exemplo.

  • ALGUNS SINAIS DE INTOXICAÇÃO

*Prisão de ventre ou diarreia

*Depressão e irritabilidade

*Unhas, cabelos e pele sem vida e fracos

*Mau hálito

*Capa pegajosa cobrindo a língua

*Transpiração excessiva e com odor forte

*Formação de gases

*Peso no estômago após comer

*Fraqueza e fadiga

A Ayurveda oferece inúmeras opções para desintoxicação e a mais completa é o Panchakarma – cinco terapias de desintoxicação profunda ou, caso não seja possível para você, ela também sugere as terapias preventivas Purvakarma e os hábitos diários (Dinacharya), que incluem uma dieta adequada e algumas ações simples.

DICAS DE ESTILO DE VIDA E DIETA SAUDÁVEIS 

*Inclua vegetais e frutas frescas, cereais como lentilhas e grãos integrais.

*Evite frituras, alimentação pesada e industrializada.

*Evite carnes e se for comer, que seja no máximo duas vezes por semana.

*Não beba, nem coma nada gelado durante as refeições (diminui o fogo digestivo).

*Beba cerca de 35 ml de água por quilo de peso corporal (este é o cálculo ideal e não a “regra” de 2 l ao dia. Há quem retenha líquidos e cada pessoa é diferente). Também beba água morna em jejum e pequenos goles durante o dia para acelerar o Detox.

*Inclua especiarias quando cozinhar. Suas propriedades medicinais são excelentes. Use gengibre, cúrcuma, cominho, feno grego e asafetida (encontre em lojas e empórios de produtos naturais e mercado central de sua cidade).

*Siga uma rotina de horários para dormir (tente ir deitar até 22 h para evitar a fome e agitação mental do horário Pitta e acordar antes das 6 ou 7 h). O bom sono é essencial para a saúde.

*Crie também uma rotina de horário para as refeições. Sua digestão será mais equilibrada.

Compartilhe! Conte aos amigos...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn

Comentários encerrados.